Plus
/assets/user/image/anfiteatro.png
Anfiteatro
Este “auditório” ao ar livre é um dos elementos arquitetónicos mais marcantes do Parque da Devesa. Nele podem decorrer espetáculos musicais de grande ou pequeno porte ou exibições artísticas e culturais. A assistência máxima ultrapassa os três mil espectadores. Existe no local um parque de estacionamento.
/assets/user/image/cespu.png
CESPU
Nesta zona é possível acompanhar o Rio Pelhe percorrendo uma via marginal que lhe dá acesso aos prados e ao rio, bem como ao parque de estacionamento da Cespu, um dos parceiros da PRU do Parque da Devesa, fornecendo muitos lugares de estacionamento junto de um importante acesso ao parque.
/assets/user/image/floresta.png
Floresta
O Parque da Devesa está repleto de pequenas florestas, onde coabitam espécies autóctones e novas espécies que lhe dão biodiversidade e colorido. A vegetação é mais densa na periferia, criando uma cortina verde entre os prados, mais baixos, e a cidade que rodeia o parque.
/assets/user/image/viasecaminhos.png
Vias e caminhos
É possível conhecer todo o Parque da Devesa percorrendo um caminho estruturante que circunda todo o parque. Neste ponto, bastante elevado, é possível ter uma visão sobre os prados e optar por caminhos secundários que nos levam a cada recanto.
/assets/user/image/restaurante.png
Restaurante e cafetaria
Neste local funciona um restaurante e uma cafetaria como apoio aos visitantes do parque. Estes edifícios ocupam uma zona anteriormente edificada na antiga Quinta da Devesa, aproveitando algumas das estruturas e traça dos antigos edifícios. É também um excelente local para ter uma vista panorâmica sobre o parque.
/assets/user/image/riopelhe2.png
Rio Pelhe
É neste local que o Rio Pelhe se integra no Parque da Devesa, iniciando uma travessia a céu aberto que significa também uma devolução do rio aos famalicenses. A montante tem decorrido um importante trabalho de despoluição que faz com que as suas águas sejam hoje límpidas e saudáveis. Neste local existe uma entrada para o parque.
/assets/user/image/citeve.png
Citeve
O CITEVE é um dos parceiros da PRU do Parque da Devesa. Além da requalificação do edifício, agora mais integrado na paisagem circundante ao parque, esta entidade desenvolveu o Espaço da Indústria Interativa que, no seu interior, representa uma oferta formativa e cultural única na região
/assets/user/image/hortas01.jpg
Hortas Urbanas de Famalicão
Nesta zona do parque existem espaços especialmente destinados à constituição de hortas comunitárias. É também possível observar nesta zona os grandes prados que constituem a zona mais baixa do Parque da Devesa.
/assets/user/image/marco_miliar01.jpg
Marco Miliar
Segundo o itinerário de Antonino, pelo concelho de Vila Nova de Famalicão passaria a via XVI, que ligava Olisipo a Bracara Augusta. Tendo em conta os vestígios conhecidos, esta importante estrada imperial passaria nas imediações do Parque da Devesa onde se encontra identificado um marco miliário muito desvirtuado pelo tempo que viu passar.
/assets/user/image/lago.jpg
Lago artificial
O lago criado durante a intervenção de construção do Parque da Devesa é um enorme reservatório de água. Mas, atenção, este lago não pode ser usado para banhos ou para nadar. A sua existência vai ajudar a controlar o caudal do rio em situações de cheia e a melhorar a biodiversidade do parque.
/assets/user/image/e_santiago.jpg
Entrada Santiago
O Rio Pelhe deixa o parque neste local, depois de o ter atravessado longitudinalmente e de ter alimentado um lago artificial. É também aqui que funciona uma das entradas do Parque da Devesa, graças à nova Alameda Caminhos de Santiago, construída no âmbito da parceria.
/assets/user/image/e_alameda.jpg
Entrada Cidade
Neste local existe uma praça de acesso ao Parque da Devesa. Trata-se de uma alameda que passa entre a Cespu e o Bairro das Lameiras, outro dos parceiros. Na verdade, esta constitui-se como a mais fácil entrada no parque a partir da cidade, dispondo de estacionamento próximo e de uma excelente visão sobre o espaço verde.
/assets/user/image/p_CITEVE.jpg
Parque de Estacionamento
O Parque da Devesa possui três parques de estacionamento dedicados. Um deles é nesta zona, fortemente arborizada junto ao CITEVE e a um edifício de apoio técnico. Os outros parques são junto à Casa do Território e junto à CESPU.
/assets/user/image/gallery/restaurante_e_cafetaria.jpg
Serviços Educativos
/assets/user/image/Tanque.jpg
Sítio da Arqueologia
Serviços de Arqueologia e Laboratório de Conservação e Restauro
/assets/user/image/casadoterr.png
Casa do Território
Tomando por base antigos edifícios, neste local está instalada a Casa do Território, espaço que pretende dedicar-se a todas as freguesias do concelho de Vila Nova de Famalicão.
PlusPlusPlusPlusPlusPlusPlusPlusPlusPlusPlusPlusPlus Plus Plus